Carteirinha de Estudante na grande sp é na CardPress!

Home / Carteirinha de Estudante / Carteirinha de Estudante na grande sp

 

Carteirinha estudantil CardPress

A carteirinha estudantil é muito importante para os estudantes, pois além de identificá-los no acesso a instituição de ensino, garante o desconto de 50% em diversos estabelecimentos.

 

Se você está procurando Carteirinha de Estudante na grande sp, você chegou ao lugar certo!

 

Carteirinha em Promoção

 

A CardPress está pronta para auxiliar a sua Instituição em todo o processo para confecção das carteirinhas dos alunos.

Confira algumas vantagens:

  • Criação do layout de acordo com o padrão estabelecido pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI)
  • Sistema para validação da autenticidade da Carteirinha através de QR-CODE
  • Sistema on-line para captura ou importação dos dados para confecção das carteirinhas, inclusive as fotos.
  • Possibilidade de irmos até a sua instituição coletar as os dados e imprimir as carteirinhas no hora!
  • Agilidade na entrega, mesmo nas solicitações de segunda via.

 

As carteirinhas serão impressas em cartão plástico PVC de alta resistência e durabilidade, nosso prazo médio de produção é 24 a 48 horas.

 

Contamos com diversos pontos de apoio espalhados pelo Brasil capazes de atender a sua necessidade de Carteirinha de Estudante na grande sp.

 

Fale conosco e tire todas as suas dúvidas: (11) 2626-1369 / WhatsApp (11)9.8233-5321 (Atendemos todo o Brasil)

 

Informamos que atendemos apenas instituições de ensino para este produto, não fornecemos Carteirinha Estudantil diretamente para pessoa física (não insista).


Quer uma estimativa de quanto custará seu projeto de cartões PVC?

 

Veja as ofertas que temos de Carteirinha de Estudante na grande sp:

 

Você pode nos enviar pedidos conforme a sua necessidade, não é obrigatório enviar a quantidade total para produção.

Como comprar crachás em PVC

Como comprar crachás


Preencha os campos abaixo, e ligamos pra você:

 

Produtos relacionados

Carteirinha de Estudante na grande sp. Serviços e produtos com qualidade garantida.



Estados atendidos pela CardPress



Notícias da última hora:

    • 18/07/2018 10:33
      VÍDEOS: BDSC de quarta-feira, 18 de julho
    • 18/07/2018 10:33
      Ônibus e carros são incendiados após morte de homem baleado por PM em Olímpia
    • 18/07/2018 10:33
      Motoristas particulares e de aplicativos podem perder benefícios na Previdência e entrar na mira do governo; entenda
    • 18/07/2018 10:33
      Viracopos registra pior movimentação de passageiros no 1º semestre em seis anos
    • 18/07/2018 10:32
      Primeira entrevista dos 12 garotos e do técnico resgatados em caverna na Tailândia
    • 18/07/2018 10:31
      Morre bandido baleado durante tentativa de assalto a carro-forte em Caruaru
    • 18/07/2018 10:31
      Apesar de subir em ranking nacional, RS ainda está abaixo da meta de oferta de vagas em creches
      De acordo com o Tribunal de Contas do Estado, 33,6% das crianças estão matriculadas no estado, abaixo dos 50% previstos no Plano Nacional de Educação. O Rio Grande do Sul subiu 15 posições no ranking nacional de oferta de vagas para creches nos últimos 10 anos. No entanto, de acordo com o Tribunal de Contas do Estado (TCE), o percentual de matriculados ainda está abaixo da meta nacional do Plano de Educação. Parte do problema é atribuído a obras de mais de 200 unidades que estão paradas no estado. Conforme o TCE, 33,6% das crianças de até 3 anos de idade estão matriculadas em creches e pré-escolas, enquanto que a meta é de 50%. Isso faz com que o estado ocupe atualmente a quarta posição no ranking nacional com 174.089 das 517.864 crianças matriculadas. Em Santa Maria, na Região Central do estado, moradores pedem a retomada da construção de 10 creches do programa Pró-Infância do governo federal. Enquanto a situação não é solucionada, a prefeitura paga por 558 vagas na rede particular, um custo de quase R$ 3 milhões por ano. Nos últimos cinco anos a prefeitura pagou por mais de 3,2 mil vagas na rede particular, valor que seria suficiente para a construção das 10 creches cujas obras estão paradas. Foram investidos R$ 14 milhões para a construção das unidades, que gerariam 1,5 mil vagas. No entanto, as obras não avançaram. Há dois meses a Prefeitura de Santa Maria chegou a anunciar a retomada da construção de cinco delas, mas até agora isso ainda não aconteceu. O que se se vê nos canteiros de obras são mato, lixo acumulado e água parada. Nilvia Heinn conta que precisou deixar o emprego porque não conseguiu vagas em uma creche pública de Santa Maria. "No meu caso, eu tive que optar por deixar de trabalhar fora para poder ficar em casa com as crianças", afirma. Assim, como Nílvia, a dona de casa Patrícia do Nascimento também espera por uma vaga para o filho de 8 anos, mas já deixou a esperança de lado. "Estamos implorando por uma creche aqui nessa vila, várias mães não podem trabalhar", lamenta Patrícia, dizendo que ouve explicações da prefeitura sobre encaminhamentos, sem que nada seja feito. A situação verificada em Santa Maria é a mesma de outras 101 cidades gaúchas. Isso porque a empresa que venceu a licitação para a construção das creches decretou falência. Conforme o TCE, das 208 creches que começaram a ser construídas, apenas quatro foram entregues. Foi recomendado pelo tribunal que o Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação recorresse à Justiça para resolver o problema, e que fossem adotadas medidas para que as obras fossem terminadas. Agora, os projetos serão adequados em Santa Maria para que sejam aproveitadas as bases das cinco creches que começaram a ser construídas na cidade. No entanto, ainda não há prazo para que isso aconteça.
    • 18/07/2018 10:30
      Liesa define ordem dos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio
      Sorteio teve shows de Dudu Nobre, Xande de Pilares e Grupo Bom Gosto. Sambistas torciam para suas escolas caírem na segunda-feira, dia que segundo a lenda desfila a campeã. Ordem dos desfiles do Grupo Especial no Carnaval 2019 é definida A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) definiu, na noite de terça-feira (17), a ordem dos desfiles do Grupo Especial para o carnaval do ano que vem. O sorteio foi realizado em meio a muita festa e shows, na Cidade do Samba, na Gamboa, na Zona Portuária do Rio. ?É uma data muito especial para quem é do samba, para todos os sambistas de todas as escolas de samba. Porque hoje você vai conhecer a ordem dos desfiles, que é importante para saber o dia em que você vai desfilar?, disse a cantora Alcione. Era mais do que uma noite de sorteios. Era quem sabe o primeiro passo da escola no caminho da vitória. Porque na lenda do carnaval, alguns dizem que a ordem dos desfiles conta e muito. ?O mistério é que a escola que ganha desfila na segunda-feira. Então, isso virou uma tradição: todo mundo quer cair na segunda?, disse o carnavalesco da Mangueira Leandro Vieira. ?Estou pedindo a Deus que a gente venha na segunda-feira e seja quinta escola. Não é superstição, é convicção?, disse Tia Surica, da Portela, antes do sorteio. O mundo do samba tem disso. E tem mais. Três shows animaram a noite: Dudu Nobre, Grupo Bom Gosto e Xande de Pilares. Antes do sorteio é importante saber que ano que vem 14 escolas desfilam. Sete no domingo e sete na segunda-feira. Isso porque nenhuma agremiação foi rebaixada esse ano por decisão da Liesa. E a ordem dos desfiles ficou assim. No domingo: Império Serrano Unidos do Viradouro Acadêmicos do Grande Rio Acadêmicos do Salgueiro Beija-Flor de Nilópolis Imperatriz Leopoldinense Unidos da Tijuca Na segunda-feira: São Clemente Unidos de Vila Isabel Portela União da Ilha do Governador Paraíso do Tuiuti Estação Primeira de Mangueira Mocidade Independente de Padre Miguel ?Hoje aqui demos o primeiro passo para formarmos a competição, escolas já divulgaram seus enredos e teremos um grande carnaval, se Deus quiser, em março de 2019?, disse o presidente da Liesa. Jorge Castanheira. Até lá, as escolas têm sete meses pela frente. Para, quem sabe, tentar quebrar a lenda da ordem dos desfiles.
    • 18/07/2018 10:29
      VÍDEOS: Bom Dia SP de quarta-feira, 18 de julho
    • 18/07/2018 10:29
      Abertas inscrições para capacitações do projeto 'Sertão mais criativo' em Exu, PE
    • 18/07/2018 10:29
      Criminosos fazem arrastão em lojas na região central de Atibaia, SP
      Em uma lanchonete o prejuízo foi de R$ 9 mil. Em uma assistência técnica invadida pelos criminosos, 28 celulares foram levados. Cinco lojas foram furtadas em Atibaia durante a última madrugada Cinco lojas na região central de Atibaia foram alvos de um arrastão nesta terça-feira (17). De acordo com a Polícia Civil, o prejuízo em uma das lojas foi de R$ 9 mil. Ninguém foi preso. As câmeras de segurança de um dos estabelecimentos flagraram o momento em que o criminoso entra na loja e, na pressa, leva a gaveta do caixa. A ação foi durante a madrugada, por volta das 1h30. A suspeita da Polícia Civil é de que o homem tenha entrado por um estacionamento que fica ao lado das lojas, com isso, tenha conseguido acessar as janelas e portas traseiras dos estabelecimentos, por onde entrou para fazer os furtos. O homem invadiu quatro lojas na rua João Pires e depois ainda invadiu uma lanchonete em uma avenida paralela. Na perfumaria, onde a ação foi flagrada, o homem estourou as janelas do fundo da loja para entrar. O vídeo mostra que ele se arrasta pelo chão para evitar o disparo do alarme e tenta alcançar o dinheiro do caixa. Como não consegue, arranca a gaveta. Em uma assistência técnica, 28 celulares que estavam no local para manutenção foram levados. Em uma operadora de telefonia, o criminoso estourou o sensor de alarme e levou dinheiro do caixa. Na ação, a loja foi revirada. A lanchonete da rua de trás, faz fundos com uma das lojas invadidas. O local teve as janelas quebradas e os criminosos levaram todo o dinheiro do caixa ? R$ 9 mil. O valor seria usado para o pagamento de funcionários. Segundo a Polícia Civil, apesar da imagem que mostra apenas uma pessoa, a suspeita é de um grupo tenha atuado. ?Acreditamos que mais de um criminoso atuou e registramos os casos juntos, porque caracteriza uma ação consecutiva de roubo. Vamos averiguar câmeras de segurança do entorno para saber como eles fugiram, se usaram um veículo, e assim tentar chegar aos autores?, informou o delegado responsável pelo caso, Elton Costa.
    • 18/07/2018 10:28
      Planejamento e pesquisa são os segredos para uma boa compra de imóvel, dizem especialistas
    • 18/07/2018 10:28
      Clínica médica que funcionava em associação ligada à deputado é fechada na Bahia por falta de alvará
      Localizado em Feira de Santana, espaço disponibilizava atendimentos em especialidades como ginecologia e oftalmologia. Segundo investigação, receitas médicas eram emitidas de forma irregular. Vigilância Sanitária fecha clínica que funcionava sem alvará em Feira de Santana Uma clínica médica localizada em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador, foi fechada na terça-feira (17), após uma fiscalização da vigilância sanitária estadual identificar que o espaço funcionava sem alvará. No local também eram emitidas receitas médicas de forma irregular. Conforme apontou o órgão, no espaço localizado na rua El Salvador, no bairro Sítio Matias, funcionavam consultórios de algumas especialidades como ginecologia e oftalmologia. De acordo com os fiscais, a clínica operava em uma associação ligada ao deputado estadual Targino Machado. Em nota, o deputado disse que repudia o fechamento da clínica que, segundo ele, é mantida há quase 10 anos por uma entidade beneficente, sem recursos públicos e que a fiscalização não cabe à vigilância sanitária estadual, mas à vigilância sanitária do município.
    • 18/07/2018 10:28
      Denise Fraga e Tuca Andrada estrelam 'A visita da velha senhora' em Brasília
    • 18/07/2018 10:25
      Radialista morto em acidente no Beach Park é velado em Sorocaba
    • 18/07/2018 10:24
      Polícia Civil faz operação contra tráfico de drogas e venda de armas em BH
    • 18/07/2018 10:20
      Crivella regulamenta lei que obriga bares e restaurantes a oferecerem canudos de material reciclável ou biodegradável no Rio
    • 18/07/2018 10:16
      Parte do combustível de carreta que explodiu atinge córrego no Sul do ES
    • 18/07/2018 10:16
      PF prende mulher com 5 quilos de cocaína em fundos falsos de malas no Aeroporto do Recife
    • 18/07/2018 10:15
      Deputado estadual Manoel Ludgério é vítima de tentativa de assalto, em Campina Grande
    • 18/07/2018 10:13
      Peixe entalado em argola assusta pescador na costa de SP; vídeo
    • 18/07/2018 10:12
      A estratégia de Bolsonaro
    • 18/07/2018 10:12
      Grupo explode caixas eletrônicos em agência bancária de Mombuca
    • 18/07/2018 10:09
      Programas divulgam 814 vagas na região do Alto Tietê
    • 18/07/2018 10:08
      Bandidos explodem posto de atendimento bancário em Lagoa dos Gatos
    • 18/07/2018 10:05
      Meninos resgatados de caverna na Tailândia deixam hospital para 1ª aparição pública
    • 18/07/2018 10:03
      Moradores relatam intensa troca de tiros no Morro Dona Marta, na Zona Sul do Rio
    • 18/07/2018 10:03
      Centro Histórico de São Luís apresenta ?Passeio Serenata?
    • 18/07/2018 10:03
      Tiroteios assustam moradores nos morros do Borel e Formiga, na Zona Norte do Rio
    • 18/07/2018 10:00
      Cantora Cida Ajala apresenta show autoral inédito em Presidente Prudente nesta sexta-feira
    • 18/07/2018 10:00
      Justiça dá apoio psicológico às famílias de 7 adolescentes abusados e mortos por pedreiro em 2010, em Luziânia
    • 18/07/2018 10:00
      Financiamento de veículos novos sobe 14,7% no 1º semestre
    • 18/07/2018 10:00
      PORTO VELHO: Sine disponibiliza 11 vagas de emprego nesta quarta-feira, 18
    • 18/07/2018 10:00
      Banda Pietá adota som roqueiro em álbum que sai em 2019 com produção de JR Tostoi
    • 18/07/2018 10:00
      Tratorista registra equipe de usina ateando fogo a canavial em Morro Agudo; veja vídeo
    • 18/07/2018 10:00
      Motoristas de aplicativos podem perder benefícios e ainda ficar na mira do Governo
      Hilário Bocchi Júnior diz que o exercício de atividade remunerada gera a obrigação de contribuir para a Previdência Social e a declaração na CNH pode ser cruzada com dados da Receita Federal. Quem tem um carro, uma moto ou um caminhão e quer utilizar o veículo para trabalhar por conta própria e ganhar dinheiro precisa incluir a sigla EAR ? Exerce Atividade Remunerada ? na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O exercício de atividade remunerada gera a obrigação de contribuir para a Previdência Social e a declaração deste serviço profissional na CNH pode ser cruzada com as informações da Receita Federal. A Receita Federal pode cobrar a contribuição previdenciária do motorista que não pagou ou pagou menos do que deveria para o INSS? A fiscalização das contribuições para o INSS não é mais do Ministério da Previdência por que ele foi extinto. Quem cuida disso agora é a Receita Federal. O motorista que recebeu pagou a Previdência sobre valor menor do que recebeu, ou que não pagou nada, pode ser notificado para contribuir ou completar as contribuições dos últimos cinco anos, com juros, multa e correção monetária. A Receita Federal sabe quem são os motoristas que exercem atividade remunerada? Claro. Desde 2016 existe uma lei que rege o compartilhamento de dados entre os órgãos da Administração Federal. Tanto o órgão que define a política de trânsito, como o que fiscaliza as contribuições previdenciárias são da Administração Federal e é plenamente legal que eles troquem essas informações, logo, muita gente pode estar na mira do Governo. Então não tem como esconder o que cada um ganhou? As empresas que tomam o serviço do trabalhador autônomo (contribuinte individual) também têm que pagar a Previdência (20%) e em alguns casos tem de reter 11% do prestador de serviço e repassar para o Governo. Quando elas fazem essas contribuições estão informando ? por tabela ? sobre quanto o trabalhador deveria contribuir. Com uma simples operação de divisão e multiplicação o Governo sabe quem pagou certo e quem está devendo. Não dá para se esconder. Quem são esses motoristas e como eles podem se proteger? Motoristas de aplicativos (Uber, Cabify, 99, outros), taxistas, mototaxistas, motoristas de van, de ônibus, carreteiro; qualquer um que utilize o veículo para trabalhar por conta própria. Existem várias formas de se proteger: pagando como pessoa física ou jurídica, mas em todas elas além da formalização é preciso saber o que é mais vantajoso fazer em cada caso. Explique: se eles exercem as mesmas atividades, por que cada um tem uma forma diferente de contribuir? Para definir a forma e o valor da contribuição é necessário definir, primeiro, que tipo de benefício o trabalhador vai querer e quanto irá receber. Por isso que a análise tem que ser caso a caso. A situação dos motoristas de aplicativos é ainda mais delicada por que tem quem só faz isso e quem tem outra atividade, que também pode ser por conta própria ou como empregado. Existe um caminho que todos podem seguir, pelo menos no começo, para não ser autuado pela Receita Federal e também conseguir um benefício justo na Previdência? O primeiro passo é se formalizar e começar a contribuir, certo ou errado, mas tem que pagar daqui para frente. O segundo passo é reunir tudo que já pagou (em todas as atividades que teve) e fazer o cálculo do tempo de serviço para saber quando vai se aposentar. A partir daí cada um vai ter que seguir um caminho diferente de acordo com a renda que possui, a forma que contribui e o planejamento previdenciário que idealizou. Veja mais notícias na página do Pode Perguntar
    • 18/07/2018 10:00
      Conselho investiga se morte de criança foi causada por demora em transferência
    • 18/07/2018 09:59
      Quadrilha invade concessionária na Zona Oeste de SP
    • 18/07/2018 09:59
      Bate-papo gratuito discute desafios da população negra para empreender e garantir sustentabilidade dos negócios
    • 18/07/2018 09:58
      Ladrões explodem caixas eletrônicos de banco no Centro de Rio Branco do Sul
      Ação ocorreu na madrugada desta quarta-feira (18). Assaltantes fugiram em carro prata. Ladrões explodiram caixas eletrônicos do Banco Itaú, no Centro de Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, por volta das 3h45 desta quarta-feira (18). Segundo a Polícia Militar (PM), por conta da explosão, a agência bancária na Rua Padre Ribeiro ficou completamente destruída. Além da explosão, moradores da região também relataram à polícia ter ouvido tiros. A PM estima que de cinco a seis homens tenham participado da ação. Os assaltantes fugiram em um carro prata. A polícia não informou se o grupo conseguiu pegar dinheiro dos caixas eletrônicos. Nesta manhã, policiais isolaram a área e fazem buscas atrás dos suspeitos. Até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.