Crachá no triângulo mineiro é na CardPress!

Home / Crachá / Crachá no triângulo mineiro

 

Banner Crachá de Identificação - CardPress

O crachá de identificação gera mais valor para sua empresa, aumenta a segurança do ambiente e promove interação entre seus colaboradores e clientes, além da possibilidade de marcação de ponto eletrônico através das tecnologias disponíveis como código de barras, tarja magnética, aproximação (mifare, RFID...)


Quer uma estimativa de quanto custará seu projeto de cartões PVC?

 

Você pode nos enviar pedidos conforme a sua necessidade, não é obrigatório enviar a quantidade total para produção.

Como comprar crachás em PVC

Como comprar crachás


Preencha os campos abaixo, e ligamos pra você:

 

Produtos relacionados

Crachá no triângulo mineiro. Não temos quantidade mínima.



Estados atendidos pela CardPress



Notícias da última hora:

    • 21/02/2019 00:32
      Festival Internacional de Tambores promove shows e oficinas em Brasília
    • 21/02/2019 00:32
      Homem é condenado a 26 anos de prisão por matar a companheira, em Fortaleza
      Autor do crime usou uma faca do tipo peixeira e um estilete para matar a companheira em maio de 2017. Um homem foi condenado à pena de 26 anos de reclusão em regime fechado pelo feminicídio de sua companheira, com quem mantinha uma união estável de 20 anos. A condenação de José Almir da Silva Moreira aconteceu na última sexta-feira (15), por meio do Conselho de Sentença da 5ª Vara do Tribunal do Júri de Fortaleza. Segundo as investigações do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), o crime aconteceu no dia 17 de maio de 2017, no andar superior da casa da vítima, Maria Rosimery Moreira da Silva, que fica no Bairro Dias Macedo, em Fortaleza. O autor do crime usou uma faca do tipo peixeira e um estilete para matar a companheira. Dias antes do crime, Rosimery havia relatado à família que estava sendo ameaçada de morte pelo acusado. O relacionamento entre os dois era marcado por episódios de violência doméstica, a exemplo de ofensas verbais, ameaças e agressões, protagonizados pelo autor do feminicídio, na maioria das vezes, por ciúmes imotivados e em ocasiões de ingestão de bebida alcoólica. Após o crime, José Almir fugiu do local e deixou o portão trancado com um cadeado. A irmã da vítima, que ouviu os gritos da mulher pedindo socorro enquanto era golpeada, precisou usar uma pedra para arrombar o portão, mas ao chegar no pavimento superior da casa, Rosimery já estava morta. A polícia foi acionada e após buscas chegou a um endereço, próximo à Rodovia BR-116, onde encontrou o homem em uma residência. Ao ser abordado e perguntado sobre o crime, ele alegou que teria apenas encostado a faca no pescoço da companheira, no intuito de intimidá-la, mas que ela mesma, na tentativa de desvencilhar-se, era quem havia enfiado a faca na própria garganta. Entretanto, no momento em que os policiais indagaram sobre os diversos golpes desferidos na vítima, ele acabou confessando a integralidade das agressões. Na presença da Polícia Civil, confessou a autoria delitiva e informou que a mulher foi agredida enquanto estava deitada em uma rede. Sobre o aspecto motivacional, alegou que estaria sendo traído pela companheira e que suspeitava de que ela estava pretendendo se separar. As armas do delito, uma faca tipo peixeira e um estilete, foram encontradas no local, sujas de sangue, e devidamente apreendidas. O relatório final do inquérito policial foi assinado em 25 de maio de 2017 pela delegada do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Évna América de Aquino Leitão Paixão.
    • 21/02/2019 00:28
      'Vai ser surpresa pra mim se mexerem muito no projeto', diz Guedes sobre reforma da Previdência
      O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que não espera que a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo sofra muitas alterações durante a tramitação no Congresso. "Vai ser uma surpresa muito grande para mim se mexerem muito nesse projeto", afirmou em entrevista à NBR nesta quarta-feira (20). A afirmação foi feita após o ministro dizer que "as primeiras conversas" entre o governo federal e o Congresso sobre a aprovação do projeto o deixaram "bastante otimista" em relação à tramitação. Ele disse que "as palavras de Rodrigo Maia", presidente da Câmara, foram "extraordinariamente encorajadoras", enquanto o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, "se mostrou comprometido com as reformas". "O Congresso parece bastante maduro no aspecto da discussão da necessidade da nova Previdência", disse Guedes.
    • 21/02/2019 00:25
      Dengue: Mogi Guaçu consegue na Justiça autorização para entrar em imóveis abandonados
    • 21/02/2019 00:23
      Criança do AC com cardiopatia faz tratamento em SP e família pede ajuda para se manter no estado
    • 21/02/2019 00:20
      Suspeito de estupro é preso em Pombal, no Sertão da PB
      De acordo com a Polícia Civil, crime teria ocorrido em janeiro de 2014 Um homem de 45 anos, que estava foragido da polícia, suspeito de ter estuprado uma mulher, foi preso nesta quarta-feira (20), na cidade de Pombal, no Sertão paraibano. De acordo com a Polícia Civil, crime teria ocorrido em janeiro de 2014 e homem já havia sido condenado a uma pena de seis anos e três meses de prisão. Conforme a polícia, a vítima, uma mulher de 43 anos, foi violentada após pegar uma carona com o homem para rodoviária de Pombal e ele ter mudado o itinerário, ao desviar para uma estrada de terra. Após a violência sexual, o homem teria deixado a mulher na rodoviária e ela conseguiu pedir ajuda. Cinco anos após o crime, o homem foi preso e encaminhado à Cadeia Pública de Pombal, onde já se encontra à disposição da justiça.
    • 21/02/2019 00:19
      VÍDEOS: JAM2 de quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
    • 21/02/2019 00:18
      BR-356, em MG, é fechada por causa do risco de rompimento de barragem da Vale
      Estrada dá acesso a Itabirito, Ouro Preto e Mariana. Motoristas precisam passar por rotas alternativas A BR-356, no trecho que dá acesso a Itabirito, Ouro Preto e Mariana, na Região Central de Minas, foi fechada na noite desta quarta-feira (20) após aumento no nível de alertas da barragem Vargem Grande, da Vale, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar Rodoviária, o trecho interditado vai do km 35, altura da Lagoa das Codornas, ao km 50. Os motoristas que seguem de Belo Horizonte para as três cidades precisam usar rotas alternativas. Não há previsão para liberação da rodovia. Veja caminhos sugeridos pela polícia Quem sai de Belo Horizonte em veículos leves deve passar por Nova Lima na MG-030, depois ir na rodovia sentido Rio Acima e seguir a estrada, que é de terra, até Itabirito; Veículos pesados devem seguir a BR-040 até Congonhas, depois pegar a MG-030 e a MG-443 até Ouro Branco e entrar na MG-129 até Ouro Preto, ou seguir de Ouro Branco até Itabirito na MG-030 ? esta estrada é asfaltada; Ainda há a opção de seguir por São Gonçalo do Bação, bairro de Itabirito, sai na BR-040, perto do Viaduto das Almas - é estrada de terra também, mas melhor que a primeira, conforme a PM;
    • 21/02/2019 00:17
      Câmara conclui votação de projeto que altera regras do cadastro positivo
    • 21/02/2019 00:17
      Justiça proíbe Caixa de fazer empréstimo de R$ 450 milhões ao Tocantins até ter garantias