Comprar Crachá em São Defende (Criciúma) SC é na CardPress!

Home / Crachá / Comprar Crachá em São Defende (Criciúma) SC

 

Banner Crachá de Identificação - CardPress

O crachá de identificação gera mais valor para sua empresa, aumenta a segurança do ambiente e promove interação entre seus colaboradores e clientes, além da possibilidade de marcação de ponto eletrônico através das tecnologias disponíveis como código de barras, tarja magnética, aproximação (mifare, RFID...)


Quer uma estimativa de quanto custará seu projeto de cartões PVC?

 

Veja as ofertas que temos de Comprar Crachá em São Defende (Criciúma) SC:

 

Você pode nos enviar pedidos conforme a sua necessidade, não é obrigatório enviar a quantidade total para produção.

Como comprar crachás em PVC

Como comprar crachás


Preencha os campos abaixo, e ligamos pra você:

 

Produtos relacionados

Comprar Crachá em São Defende (Criciúma) SC. A entrega mais rápida do Brasil.



Estados atendidos pela CardPress



Notícias da última hora:

    • 14/11/2019 13:17
      Via Varejo tem prejuízo de R$ 244 milhões no 3º trimestre
      Prejuízo da varejista cresceu quase 200% em relação às perdas sofridas no mesmo período de 2018. A Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio, teve prejuízo operacional líquido de R$ 244 milhões no terceiro trimestre, uma alta de 194,5% em relação às perdas de R$ 38 milhões sofridas um ano antes. A companhia, que na véspera assustou o mercado ao informar que abriu investigação para apurar denúncias anônimas de irregularidades contábeis, teve um resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de R$ 242 milhões, queda de 42,5% sobre o desempenho do terceiro trimestre de 2018. Via Varejo apura denúncia de irregularidades contábeis Segundo dados da Refinitiv, analistas esperavam, em média, prejuízo líquido de cerca de R$ 10 milhões e Ebitda de R$ 249,6 milhões para a Via Varejo, dona das bandeiras Casas Bahia e Ponto Frio. A Via Varejo, que na véspera também informou que resultados preliminares das investigações não confirmaram as irregularidades denunciadas, comentou no balanço que o resultado final foi impactado por queda nas vendas de mercadorias e "menor penetração de serviços financeiros", que levaram a receita líquida recuar 10,7% no período, para R$ 5,69 bilhões. As vendas mesmas lojas recuaram 2,2% no terceiro trimestre ante expansão de 2,6% um ano antes. Mas as vendas no marketplace, operação online que reúne ofertas de terceiros, no conceito GMV subiram 79%, para R$ 463 milhões. O desempenho desse segmento foi bem diferente da operação de comércio eletrônico própria da Via Varejo, cujo GMV faturado no terceiro trimestre recuou 17,3%, para R$ 1,53 bilhão, afetada por "instabilidade das ferramentas no canal online (sites e aplicativos) e a integração da Cnova". Segundo a Via Varejo, em setembro, após ajustes na plataforma online, a empresa pode observar "uma clara evolução de performance do e-commerce e crescimento a partir de então, o que nos dá confiança para a realização de uma grande Black Friday". A companhia, que passou do GPA ao controle da família Klein em meados deste ano, encerrou outubro com 5.477 lojas físicas ante 5.526 um ano atrás. Do total das vendas, 21% foram à vista no terceiro trimestre ante 24% um ano antes. Já as vendas via carnê subiram de 10,5% para 11,2%, enquanto as de cartões de crédito também tiveram avançaram. "A estabilidade da taxa de juros e da inflação, a melhora do grau de confiança dos consumidores e a nova estratégia da companhia, favoreceram o crescimento da demanda por crédito no terceiro trimestre. Neste contexto, a companhia intensificou os seus esforços para a expansão do carnê", afirmou a Via Varejo no balanço.
    • 14/11/2019 13:17
      Theatro da Paz recebe espetáculo de dança sobre o conto da Branca de Neve, em Belém
    • 14/11/2019 13:16
      CGU e AGU assinam acordo de leniência com OAS, que pagará R$ 1,92 bilhão até 2047
      Negociações com a OAS, investigada no âmbito da operação Lava Jato, foi reiniciada em dezembro de 2018. Esse é o 11º acordo assinado pelos órgãos. A Advocacia-Geral da União (AGU) e a Controladoria Geral da União (CGU) anunciaram nesta quinta-feira (14) a assinatura de um acordo de leniência com o grupo OAS, investigado no âmbito da operação Lava Jato - que apura irregularidades cometidas pela Petrobras e empreiteiras. De acordo com o governo, o grupo pagará R$ 1,92 bilhão até dezembro de 2047, com correção pela taxa básica da economia, a Selic, atualmente em 5% ao ano. Esse é o 11º acordo assinado pelos órgãos, envolvendo o pagamento de R$ 13,6 bilhões. O valor envolve os pagamentos de danos, enriquecimento ilícito e multa, por conta de "contratos fraudulentos envolvendo o uso de recursos públicos federais", informaram os órgãos. Com o acordo, a empresa volta a ficar habilitada a ter contratos com os governos federal, estaduais e municipais. Segundo o governo, as negociações foram iniciadas em 2016, mas, por conta de uma "postura não colaborativa" da empresa, foram encerradas. As tratativas foram retomadas em dezembro de 2018 e se encerraram em novembro de 2019 - momento no qual, informaram a CGU e a AGU, a OAS colaborou com "informações e provas sobre atos ilícitos cometidos por mais de 304 pessoas físicas e 184 pessoas jurídicas". Os órgãos informaram, ainda, que o acordo preserva integralmente as atribuições do Tribunal de Contas da União (TCU) para o ressarcimento de eventuais prejuízos apurados futuramente. "Em caso de inadimplemento ou descumprimento do acordo pelo grupo OAS, haverá perda integral dos benefícios pactuados no acordo de leniência, vencimento e execução antecipada de dívida, entre outras penalidades, assegurado ao Poder Público a utilização integral do acervo probatório fornecido", informou o governo.
    • 14/11/2019 13:15
      Veja o que abre e fecha no feriado da Proclamação da República nas cidades da Zona da Mata e do Campo das Vertentes
    • 14/11/2019 13:15
      Comércio abre na Proclamação da República em Piracicaba; veja funcionamento dos serviços
    • 14/11/2019 13:13
      Campanha de vacinação contra sarampo para jovens de 20 a 29 anos começa segunda-feira em Salvador
    • 14/11/2019 13:12
      'Coringa': como o filme protagonizado por Joaquin Phoenix se tornou adaptação de quadrinhos de maior retorno da história
    • 14/11/2019 13:11
      Líderes do Brics se reúnem em Brasília
      Bolsonaro recebe Xi Jinping (China), Putin (Rússia), Narendra Modi (Índia) e Cyril Ramaphosa (África do Sul). Líderes do Brics se reúnem em Brasília Bolsonaro recebe Xi Jinping (China), Putin (Rússia), Narendra Modi (Índia) e Cyril Ramaphosa (África do Sul).
    • 14/11/2019 13:11
      Black Friday do Praça Shopping terá descontos de até 50%
    • 14/11/2019 13:10
      Projeto que prevê divulgação de valores gastos em publicidade pela Prefeitura de Uberaba é aprovado na Câmara
    • 14/11/2019 13:08
      Ciee seleciona para vagas de estágio no Alto Tietê; remuneração chega a mais de R$ 700
    • 14/11/2019 13:08
      Espetáculos teatrais, concertos, shows e festival de cultura urbana animam fim de semana prolongado
    • 14/11/2019 13:04
      VÍDEOS: Bom Dia ES de quinta-feira, 14 de novembro
    • 14/11/2019 13:03
      Confira as atrações do Terra da Gente deste sábado (16/11)
    • 14/11/2019 13:03
      Acidente deixa feridos na BR-494 em Nova Serrana
      Batida foi entre dois carros. O motorista de um deles abandonou o veículo na pista e fugiu a pé. Duas pessoas ficaram feridas em um acidente nesta quarta-feira (13), na BR-494, em Nova Serrana. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), o acidente envolveu dois carros. O motorista de um deles abandonou o veículo na pista e fugiu a pé. O motorista do outro carro, de 54 anos, disse à polícia que estava no acostamento e iria fazer uma conversão na pista para acessar uma estrada vicinal. Neste momento, ele disse que foi atingido pelo outro carro que fazia uma ultrapassagem na contramão. Com o impacto da batida, o carro que ele estava capotou. Além do motorista havia um passageiro de 30 anos que não teve o gênero divulgado. O motorista foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital São João de Deus (HSJD) em Divinópolis. O passageiro foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Serrana. O Samu não informou o nome da vítima, por essa razão o G1 não conseguiu informações sobre o estado de saúde dela. Em relação a vítima que foi encaminhada para a UPA, a unidade não informou o estado de saúde dela. O motorista que provocou o acidente não foi encontrado.
    • 14/11/2019 13:02
      Incêndios na Austrália deixam mortos
    • 14/11/2019 13:01
      Bovespa opera em leve alta nesta quinta-feira
      Na véspera, a bolsa fechou em queda de 0,65%, a 105.059 pontos. O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, opera perto em leve alta nos primeiros negócios desta quinta-feira (14), revertendo parte das perdas da véspera. Às 10h03, o Ibovespa tinha alta de 0,06%, a 106.128 pontos. Veja mais cotações. Na véspera, a bolsa fechou em queda de 0,65%, a 105.059 pontos.
    • 14/11/2019 13:00
      Tromba d'água assusta moradores em Porto Velho; VÍDEO
    • 14/11/2019 12:55
      Serviços municipais de Rio Claro ficarão fechados entre os feriados de 15 e 20 de novembro
    • 14/11/2019 12:55
      Sessão do Ponto MIS em Hortolândia inaugura programação de curtas na Mostra Artes da Cena
    • 14/11/2019 12:53
      Homem surta e dá garrafada em cliente de supermercado em Umuarama, diz polícia
    • 14/11/2019 12:52
      Plantio da soja no Brasil sofre atraso sob a influência da seca
    • 14/11/2019 12:51
      Grammy Latino: Juanes é homenageado em evento que antecede premiação
    • 14/11/2019 12:51
      Feira de Natal resgata tradição europeia com artesanato e corais em Piracicaba
    • 14/11/2019 12:51
      VÍDEOS: Bom Dia Tocantins desta quinta-feira, 14 de novembro
    • 14/11/2019 12:50
      Jornalista da Inter TV lança livro no Festival Doce Palavras, em Campos, no RJ
    • 14/11/2019 12:49
      Criminosos furtam torneiras de creche no Parque São Bento em Sorocaba
      Secretaria da Educação afirmou que as aulas seguem normalmente no local. Equipe foi enviada à unidade para fazer os reparos necessários. Criminosos furtaram torneiras de uma creche localizada no Parque São Bento, em Sorocaba (SP), na manhã desta quinta-feira (14), deixando a unidade sem água. Pais disseram à TV TEM que foram orientados a voltar com as crianças para casa assim que chegaram ao CEI-99. A Secretaria da Educação confirmou o furto das torneiras, mas afirmou que as aulas seguem normalmente no local. Ainda segundo a prefeitura, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) mandou tinas de água enquanto o registro da unidade está desligado e uma equipe da Secretaria de Conservação, Serviço e Obras foi enviada ao local para fazer os reparos necessários. Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí
    • 14/11/2019 12:47
      VÍDEOS: Bom Dia Alagoas de quinta-feira, 14 de novembro
    • 14/11/2019 12:47
      BR-262 é interditada para passagem de veículos em Viana e Domingos Martins, ES
    • 14/11/2019 12:45
      MP-AL pede condenação de funcionário público de Coqueiro Seco por instalar câmera em banheiro feminino
    • 14/11/2019 12:45
      Operação da PRF intensifica fiscalização nas estradas de RR durante feriado
    • 14/11/2019 12:45
      Suspeito de vender carro roubado é baleado após troca de tiros com a polícia, em Campina Grande
    • 14/11/2019 12:42
      Motorista embriagado invade supermercado no Centro de Tupi Paulista
    • 14/11/2019 12:42
      Mulher que morreu ao bater de frente com caminhão é velada em Colinas do Tocantins
    • 14/11/2019 12:41
      Mulher morre após ser atropelada por três veículos em rodovia de Marília
      Segundo a Polícia Rodoviária, a vítima estava na mureta que separa os dois lados da via e se desequilibrou. Mulher morre após ser atropelada por três veículos em rodovia de Marília Uma mulher morreu após ser atropelada por três veículos na Rodovia do Contorno em Marília (SP) na noite de quarta-feira (13). De acordo com a Polícia Rodoviária, uma mulher estava na mureta que divide as pistas da rodovia e teria se desequilibrado. Ela caiu e foi atropelada pelos três carros. O motorista do primeiro carro que atropelou a mulher passou pelo teste de bafômetro e o resultado foi positivo. Ele foi encaminhado para a Central de Polícia Judiciária de Marília, ouvido e liberado. A mulher ainda não foi identificada. Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.
    • 14/11/2019 12:41
      VÍDEOS: Bom Dia Sergipe desta quinta-feira, 14 de novembro
    • 14/11/2019 12:41
      Policial ganha carro adaptado após ficar paraplégico durante assalto em Porto Alegre
      Jean Cássio de Vargas, de 29 anos, foi baleado ao reagir a um roubo, dentro de um ônibus, no ano passado. Comunidade fez uma vaquinha para ajudá-lo. Policial paraplégico ganha carro adaptado após vaquinha dos colegas de trabalho Um policial que ficou paraplégico, ao ser baleado durante um assalto no ano passado, ganhou um carro adaptado em Porto Alegre após a comunidade realizar uma vaquinha. O veículo, que vai trazer independência e melhorar o deslocamento dele, foi entregue na quarta-feira (13). "A comunidade fez todo um movimento. Um movimento de 10 dias para aquisição desse veículo, ou seja, um movimento muito rápido, o que demonstra esse envolvimento e reconhecimento das forças de segurança", afirma o comandante da Brigada Militar 9ºBPM, tenente-coronel Luciano Moritz. Jean Cássio de Vargas, de 29 anos, sempre quis ser policial, mas a carreira foi interrompida após levar dois tiros, num assalto a um ônibus, na esquina das avenidas Ipiranga e Erico Verissimo, na Capital. Ele estava a paisana e teria reagido. "De repente, eu ouço aquelas pessoas gritando e eu olho e percebo que era um assalto. Sem pensar, eu já saquei a arma e fui na direção deles para abordar. Só que aí eu vim a tomar a pior, porque a minha arma falhou", conta Jean. Uma das balas se alojou na coluna e o policial ficou paraplégico. Quase um ano e meio depois, Jean faz fisioterapia e encara a vida com otimismo. "Ainda não caiu [a ficha] na realidade. É um sonho realizado", relata o policial. Um grupo de pessoas se mobilizou para ajudar o policial. "Hoje em dia todo mundo tem seus grupos de WhatsApp, 30, 50, 100 pessoas, e a gente não teve muita dificuldade de pedir um pouquinho de cada um, ninguém ajudou com fortunas", conta o empresário Renato Kacman. "A gente começou também internamente viabilizar desde a documentação para as isenções de impostos a qual ele é legível, até mesmo para viabilizar a compra por um valor menor que um valor convencional", afirma o gerente operacional da concessionária, José Luiz Moreira. Depois de tudo o que aconteceu, Jean tem planos para o futuro. "Os planos é isso, tentar me encaixar em algum esporte, levar a vida, ficar perto da minha família, da minha esposa, tentar levar uma vida normal", conta.
    • 14/11/2019 12:41
      Polícia apreende objetos furtados em casas na região sul de Rio Preto
    • 14/11/2019 12:38
      Confira o que abre e o que fecha no feriado da Proclamação da República, no Grande Recife
    • 14/11/2019 12:38
      Vacina pentavalente está em falta nos postos de saúde de Salvador
      Distribuição da vacina começou a ser reduzida desde julho porque, segundo o Ministério da Saúde, um lote não passou no teste de qualidade e contrato com fabricante foi interrompido. Postos de saúde da capital baiana estão sem a vacina pentavalente A vacina pentavalente, que protege contra cinco doenças e precisa ser aplicada em bebês de até seis meses, está em falta nos postos de saúde de Salvador. A Secretaria Municipal de Saúde informou que vem sofrendo queda no fornecimento da pentavalente desde julho, e que o estoque está zerado em Salvador, e que não tem previsão de quando terá a vacina disponível. A pentavalente protege contra a hepatite b, difteria, tétano, coqueluche e hemofilia a b. É necessário que as crianças tomem três doses: a primeira aos dois meses, a segunda aos quatro e a terceira aos seis. A distribuição da vacina começou a ser reduzida desde julho porque, segundo o Ministério da Saúde, um lote não passou no teste de qualidade e o contrato com fabricante foi interrompido. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), em novembro a Bahia recebeu 70 mil doses, 10 mil a mais que o normal. Mas, segundo o órgão, com o acúmulo de crianças que ficaram sem se vacinar desde julho, a quantidade não foi suficiente pata imunizar todas as crianças. A Sesab destacou que a previsão é de que o estoque seja regularizado no início de dezembro. Enquanto isso, os pais reclamam que não estão conseguindo vacinar os filhos. É o caso de Rosineide e Davi, que contam que já foram em diversos postos, mas não conseguiram vacina para a pequena Elizabete, de 4 meses. Davi falou que não tem como pagar pela imunização. "Uma vacina dessa custa caro. Está custando R$ 380, e a gente não tem condições de comprar uma vacina dessas", disse. A estudante Keila Almeida também tenta desde setembro dar a segunda dose da vacina ao filho Brian. Ela se diz apreensiva com a falta de vacinas. "A gente fica tensa, preocupada. A gente sabe que a cada dia a gente vê o vírus ficando mais forte". Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.