Carteirinha Estudantil é na CardPress!

Home / Carteirinha Estudantil

 

Carteirinha estudantil CardPress

A carteirinha estudantil é muito importante para os estudantes, pois além de identificá-los no acesso a instituição de ensino, garante o desconto de 50% em diversos estabelecimentos.

 

Se você está procurando Carteirinha Estudantil, você chegou ao lugar certo!

Carteirinha em Promoção

A CardPress está pronta para auxiliar a sua Instituição em todo o processo para confecção das carteirinhas dos alunos.

Confira algumas vantagens:

  • Criação do layout de acordo com o padrão estabelecido pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI)
  • Sistema para validação da autenticidade da Carteirinha através de QR-CODE
  • Sistema on-line para captura ou importação dos dados para confecção das carteirinhas, inclusive as fotos.
  • Possibilidade de irmos até a sua instituição coletar as os dados e imprimir as carteirinhas no hora!
  • Agilidade na entrega, mesmo nas solicitações de segunda via.

 

As carteirinhas serão impressas em cartão plástico PVC de alta resistência e durabilidade, nosso prazo médio de produção é 24 a 48 horas.

 

Contamos com diversos pontos de apoio espalhados pelo Brasil capazes de atender a sua necessidade de Carteirinha Estudantil.

 

Informamos que atendemos apenas instituições de ensino para este produto, não fornecemos Carteirinha Estudantil diretamente para pessoa física (não insista).

 

Fale conosco e tire todas as suas dúvidas: (11) 2626-1369 (Fone/WhatsApp - Atendemos todo o Brasil)


Quer uma estimativa de quanto custará seu projeto de cartões PVC?

 

Você pode nos enviar pedidos conforme a sua necessidade, não é obrigatório enviar a quantidade total para produção.

Como comprar crachás em PVC

Como comprar crachás


Preencha os campos abaixo, e ligamos pra você:

 

Produtos relacionados

Carteirinha Estudantil. Aqui você pode compartilhar seu projeto para agilizar a captura de dados.



Estados atendidos pela CardPress



Notícias da última hora:

    • 19/05/2019 05:39
      Los Hermanos fazem (mais uma) despedida leve e divertida para 45 mil pessoas em São Paulo
    • 19/05/2019 05:28
      Los Hermanos em São Paulo; FOTOS
    • 19/05/2019 04:36
      Tremor sacode Nova Caledônia, no Pacífico Sul
      Terremoto de magnitude 6,2 atingiu as Ilhas da Lealdade neste domingo (19). Um terremoto de magnitude 6,2 sacudiu neste domingo (19) as Ilhas da Lealdade, um arquipélago do território francês da Nova Caledônia, no Pacífico Sul, sem que as autoridades informassem inicialmente se há vítimas, danos e risco de tsunami. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que vigia a atividade sísmica mundial, situou o hipocentro a 10 quilômetros de profundidade sob o leito do mar. O mesmo órgão localizou o tremor a 196 quilômetros a leste de Tadine, na ilha da Maré, em Lealdade, e a 343 a leste de Dumbea, em Terra Grande, a maior ilha do país. A Nova Caledônia se encontra perto do chamado Anel de Fogo do Pacífico e dos vulcões submarinos da bacia de Lau, por isso que registra habitualmente abalos sísmicos.
    • 19/05/2019 04:26
      Mega-Sena, concurso 2.152: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 12 milhões
    • 19/05/2019 03:38
      Túnel Acústico é parcialmente liberado e Rio volta ao estágio de atenção
    • 19/05/2019 03:01
      Virada Cultural terá Anitta, Sepultura, Alceu, Elba e Preta Gil neste domingo; veja programação
    • 19/05/2019 02:04
      Bolsonaro confirma a alunos críticas que fez a estudantes que participaram de manifestações
      O presidente conversou em frente ao Alvorada com alunos de colégio de São Paulo que ali estavam para apoiá-lo. Bolsonaro voltou a criticar a imprensa, dizendo que boa parte dela vive de desinformar e deturpar. Bolsonaro confirma a alunos críticas que fez a estudantes que participaram de protestos O presidente Jair Bolsonaro foi neste sábado (18) à frente do Palácio Alvorada para conversar com alunos do Colégio Bandeirantes, de São Paulo, que ali estavam para apoiá-lo. Quando um dos estudantes disse que a imprensa deturpou o que ele disse em Dallas sobre as manifestações, o presidente reagiu dizendo que de fato ele declarou que uma parte dos estudantes é ?idiota útil, massa de manobra dos especialistas de sempre?. Apesar de confirmar o que foi publicado sobre suas declarações em Dallas, o presidente voltou a criticar a imprensa, dizendo que boa parte dela vive de desinformar e deturpar, mostrando o contrário do que acontece. O presidente disse que os poderes são independentes entre e si e que acredita que as reformas serão aprovadas, mas afirmou que o Congresso é soberano para decidir, mudar e rejeitar. E que este fato é bom, porque do contrário o Congresso teria que acolher tudo que ele fizesse e isso não estaria certo, e destacou que o foco deve ser o Brasil acima de todos. Bolsonaro defendeu também a aprovação da medida provisória que reduziu o número de ministérios e que será votada pela Câmara nos próximos dias. ?Para que aumentar os ministérios. Não precisa. São 22, e eu gostaria que tivessem menos. Num país desse tamanho, chegou a ter 39 ministérios o Brasil. Foi para 28 no governo Temer, e passou para 22. É também o conhecer. Se eu botar 39 caras, tem cara que eu vou ver uma vez por ano. Você não conhece. Vinte e dois eu acho que está de bom tamanho. Eu acho que o futuro presidente que ganhar as eleições em 2022 pode baixar mais dois ou três e vai arrumando o Brasil?, disse Bolsonaro.
    • 19/05/2019 01:56
      Fotos da Nasa mostram onde caiu aeronave israelense que deveria ter pousado na Lua
    • 19/05/2019 01:35
      Dirceu é transferido para Complexo Médico-Penal, no Paraná
      O ex-ministro estava preso na Polícia Federal em Curitiba desde a noite de sexta-feira (17), quando se entregou para cumprir pena. José Dirceu é transferido para Complexo Médico-Penal, no Paraná O ex-ministro José Dirceu foi transferido, neste sábado (18), para o Complexo Médico-Penal, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele estava preso na Polícia Federal na capital paranaense desde a noite de sexta-feira (17), quando se entregou para cumprir pena pela segunda condenação dele na operação Lava Jato. José Dirceu foi condenado em 2017 a oito anos e dez meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A investigação apurou recebimento de propina em um contrato para o fornecimento de tubos para a Petrobras.
    • 19/05/2019 01:26
      Boeing reconhece pela primeira vez defeitos no software do simulador de voo do 737 MAX
    • 19/05/2019 01:02
      Família de agricultor que desapareceu em rio do AC reclama de demora em atendimento dos bombeiros
    • 19/05/2019 01:01
      VÍDEOS: ESTV 2ª Edição de sábado, 18 de maio
    • 19/05/2019 00:59
      Em clima de reunião familiar, Caetano Veloso canta com os filhos na Virada Cultural
    • 19/05/2019 00:52
      Familiares e amigos fazem homenagens a surfista de SC morto no México
    • 19/05/2019 00:43
      Justiça manda Receita enviar ao MP notas fiscais emitidas no nome de Flávio Bolsonaro
      A Justiça do Rio determinou que a Receita Federal envie ao Ministério Público as notas fiscais emitidas entre 2007 e 2018 em nome do senador Flávio Bolsonaro e de outras oito pessoas e empresas ligadas a ele. Justiça manda Receita enviar ao MP notas fiscais emitidas no nome de Flávio Bolsonaro A Justiça do Rio determinou que a Receita Federal envie ao Ministério Público as notas fiscais emitidas entre 2007 e 2018 em nome do senador Flávio Bolsonaro, do PSL, e de outras oito pessoas e empresas ligadas a ele. A vida financeira de Flávio Bolsonaro vai ser investigada mais detalhadamente. O Ministério Público pediu o acesso a todas as notas fiscais de mercadorias ou serviços emitidas de 2007 a 2018 em nome do senador Flávio Bolsonaro, da mulher dele, Fernanda Bolsonaro, do ex-assessor do gabinete Fabrício Queiroz e de mais seis pessoas ou empresas envolvidas na investigação. A Justiça deferiu o pedido e determinou que a Superintendência Regional da Receita Federal no Rio encaminhe todas as notas fiscais desses investigados para o Ministério Público. A decisão foi assinada na última quarta-feira (15) e divulgada neste sábado (18) pelo jornal Folha de S.Paulo. A TV Globo teve acesso aos documentos. O juiz Flávio Itabaiana Nicolau disse que as notas fiscais vão possibilitar o cruzamento com os dados bancários dos principais investigados. No mês passado, a Justiça já tinha determinado a quebra dos sigilos bancário e fiscal de 86 pessoas e nove empresas que tiveram alguma ligação com o gabinete de Flávio Bolsonaro nos quatro mandatos dele como deputado estadual no Rio de Janeiro. Na sexta-feira (17), a defesa de Fabrício Queiroz entrou com um pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça do Rio. Os advogados pedem a anulação da quebra dos sigilos bancário e fiscal do ex-assessor, da mulher dele, Márcia Oliveira de Aguiar, e das filhas Nathalia e Evelyn Queiroz. No pedido, os advogados criticam a decisão da primeira instância, afirmando que o juiz quebrou o sigilo bancário e fiscal de 95 pessoas com fundamento único e em apenas dois parágrafos. A defesa diz ainda que o Ministério Público investiga sem um objeto definido, atendendo a interesses políticos. O pedido de habeas corpus ainda não foi julgado pelo tribunal. Antes dessa quebra de sigilo, o senador Flávio Bolsonaro já tinha tentado por duas vezes interromper as investigações. Mas teve a liminar negada pelo Tribunal de Justiça do Rio e um outro pedido também rejeitado pelo Supremo Tribunal Federal. O que dizem os citados O senador Flávio Bolsonaro declarou que decisões judiciais devem ser respeitadas, mas que não significa que ache correto o que estão fazendo contra ele, com o que chamou de campanha caluniosa. O senador disse ainda que um pedido de envio de notas fiscais não significa que houve crime, e que não são verdadeiras as informações, de acordo com ele, vazadas pelo Ministério Público do Rio. Flávio Bolsonaro afirmou que continua sendo vítima de seguidos e constantes vazamentos de informações contidas em processo que está em segredo de Justiça, movimento que, segundo o senador, deixa evidente a campanha contra ele para atingir o governo de Jair Bolsonaro. O Ministério Público do Rio declarou que sua atuação é isenta e impessoal, e que no cumprimento de sua atribuição constitucional busca o esgotamento de todos os recursos legais necessários para o esclarecimento da verdade. Nós não conseguimos contato com os outros citados na reportagem.
    • 19/05/2019 00:43
      PM teria perdido controle de carro antes de bater em motocicleta de casal no AC, diz polícia
    • 19/05/2019 00:40
      Carro capota e depois cai em barranco, em Curitiba
    • 19/05/2019 00:37
      VÍDEOS: RBS Notícias deste sábado, 18 de maio
    • 19/05/2019 00:31
      Ações combatem a exploração sexual de menores nas estradas
      Em Goiás, o local escolhido para a campanha foi a BR-060, em Abadiânia. A cidade ficou conhecida depois das denúncias de abuso sexual contra João de Deus. Ações combatem a exploração de menores nas estradas Em vários estados, foram feitas ações de esclarecimento em rodovias contra a exploração sexual de menores. No Acre, o número desses pontos vulneráveis cresceu 45% em três anos. ?Eu mesmo, quando vejo, denuncio. Eu tenho filha menor também. O que eu não quero para minha filha não quero para o filho dos outros?, diz o caminhoneiro Itamar dos Santos Oliveira. Na Bahia, a ação foi na BA-502, no entroncamento rodoviário mais importante do Nordeste. Na rodoviária de Maceió, as crianças também foram convidadas a participar de atividades educativas. Um levantamento da Polícia Rodoviária Federal identificou quase 2,5 mil locais com indícios de exploração sexual infantil nas estradas brasileiras. ?Nas rodovias é muito comum a presença de pontos de exploração sexual de crianças e adolescentes. Alguns postos de combustível, motéis, casas noturnas. A polícia faz muitas operações para prender os aliciadores, os abusadores. Mas nós fazemos também atos preventivos?, explica o presidente da Comissão de Direitos Humanos da PRF-GO, Fabrício Rosa. Em Goiás, o local escolhido para a campanha foi a BR-060, em Abadiânia. A cidade ficou conhecida depois das denúncias de abuso sexual contra João de Deus. Até agora 314 mulheres disseram ao Ministério Público que foram abusadas pelo médium e 58 contaram que isso aconteceu quando eram menores de idade. João de Deus foi preso em dezembro e há dois meses está internado num hospital com problemas de saúde. Motoristas ouviram com atenção as dicas dos voluntários. Foram plantadas árvores representando cada mulher que denunciou o médium. ?Todos nós vamos lembrar que mulheres precisam ser cuidadas, crianças precisam ser cuidadas. E a gente quer trazer essa imagem aqui para cidade?, afirma a psicóloga Cida Alves. A blitz especial terminou com uma surpresa: 800 pombos-correio foram soltos e deixaram o céu da cidade diferente. João de Deus sempre negou as acusações.
    • 19/05/2019 00:31
      'Agradeço a Deus por ter salvado as nossas vidas', diz homem que estava na casa atingida por avião em Belém
    • 19/05/2019 00:30
      Dois caminhões e três carros se envolvem em acidente na BR-277, em Céu Azul
      Três pessoas ficaram feridas; batida aconteceu neste sábado (18). Três pessoas ficam feridas em acidente na BR-277, em Céu Azul Dois caminhões e três carros se envolveram um acidente neste sábado (18) na BR-277 em Céu Azul, no oeste do Paraná. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os veículos se colidiram depois de uma ultrapassagem indevida. Três pessoas tiveram ferimentos leves. O acidente aconteceu entre a praça de pedágio e o trevo de Vera Cruz do Oeste. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.
    • 19/05/2019 00:29
      Rede de voluntários se junta para ajudar atingidos pelo rompimento da barragem de Brumadinho
      O resultado foi a produção de centenas de colchas de retalhos que serão entregues às famílias atingidas. Rede de voluntários se une para ajudar atingidos por rompimento de barragem em Brumadinho Uma rede de voluntários decidiu se juntar para ajudar os atingidos pelo rompimento da barragem de Brumadinho, em janeiro. O resultado foi a produção de centenas de colchas de retalhos que já estão sendo entregues às famílias atingidas. A sementinha do bem surgiu nas redes sociais. A artista plástica Ana Paula Brasil, que mora no Canadá, ensinou a técnica. Ao unir as tirinhas de pano com as cores da bandeira de Brumadinho, entrelaçou artesãs e costureiras do Canadá, dos Estados Unidos, do Uruguai, da Argentina, de Portugal, da Espanha e da Alemanha. No Brasil, voluntários ajudaram no transporte. As colchas vão mais que aquecer os moradores nas madrugadas frias. Cada ponto dessas costuras vem carregado de bons sentimentos: amor, carinho, compaixão. É uma forma singela de estender a mão ao próximo e levar esperança a quem ainda sofre depois da tragédia que abalou Brumadinho. Trezentas e cinquenta colchas foram distribuídas. Muitas tinham recadinhos das artesãs, orações. ?E até que nos encontremos de novo, que Deus o guarde na palma de sua mão?. As palavras de alento de Ana Paula emocionaram muito Dona Leuza. Ela perdeu seis parentes no desastre. "Eu quero que toda vez que tu sentir essa tristeza, tu se abrace nesta colcha e sinta o meu abraço e de todas essas mulheres que estão comigo costurando e trazendo amor para vocês", disse Ana Paula "Muito obrigada pelo carinho e que Deus continue abençoando as mãos de vocês", retribuiu Dona Leuza. ?Eu fui muito pretensiosa no momento em que eu disse que eu queria ajudar Brumadinho, porque hoje eu tenho plena consciência que Brumadinho que me ajudou?, contou a artista plástica. As moradoras da cidade ganharam mais um presente: oficinas de costura semanais. Patrícia e Dona Helena terminaram o dia unidas por dois sentimentos nobres: generosidade e gratidão. "No momento de dor, se a gente puder acalentar o outro já é uma forma de a gente poder ajudar. A gente recebe mais do que a gente dá", comentou Patrícia.
    • 19/05/2019 00:25
      Menina de 10 anos morre após ser atropelada por caminhão na ERS-786, em Tramandaí
      Acidente aconteceu pouco antes das 12h no km 18 da rodovia. Motorista fugiu do local, e não foi localizado. Uma menina de 10 anos morreu após ter sido atropelada por um caminhão no final da manhã deste sábado (18) na ERS-786, em Tramandaí, Litoral Norte do Rio Grande do Sul, segundo informou o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM). O acidente aconteceu pouco antes das 12h no km 18 da rodovia. O motorista fugiu do local, e não foi localizado.
    • 19/05/2019 00:16
      Polícia do Amazonas prende cinco em operação contra abuso sexual de crianças e adolescentes
      No Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Polícia Civil do Amazonas fez operação para prender suspeitos de envolvimento nesses crimes. Quatro suspeitos estão foragidos. Polícia do Amazonas prende 5 em operação contra abuso sexual de crianças e adolescentes No Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes, a Polícia Civil do Amazonas realizou uma operação que terminou com cinco suspeitos presos. Uma menina de 13 anos era explorada sexualmente desde os nove anos por pessoas próximas à família dela. Ela foi pedir socorro na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente, em Manaus, há cerca de duas semanas. Atualmente, ela está em um abrigo. ?Para disfarçar ia para igreja. Era uma rotina. Segunda ia, terça ia para igreja, saía da igreja e ia começar a fazer. Quando alguém dava 50 ficava com 30 e eu com 20?, conta a menina. A Justiça decretou a prisão preventiva de Aurora Rodrigues. Segundo a polícia, ela ganhava dinheiro oferecendo a menina para clientes em uma feira livre da cidade. A suspeita está foragida. Na manhã deste sábado (18), Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Polícia Civil do Amazonas fez uma operação para prender suspeitos de envolvimento nesses crimes. Cinco suspeitos foram presos e quatro estão foragidos A polícia diz que a principal dificuldade para uma investigação de abuso sexual é que a criança demora para fazer a denúncia. Mas isso tem uma explicação: as estatísticas mostram que frequentemente os abusadores são da família da vítima. ?O perfil do abusador que prendemos é o abusador intrafamiliar, o abusador que trai a confiança da vítima, aquele que incute na vítima o temor, o pavor que obriga a vítima a guardar segredo e causa nela transtornos para uma vida inteira?, explica a delegada Joyce Coelho. Transtornos que a vítima tenta superar. ?Recomeçar tudo do zero, começar meus estudos. Quando eu ficar um pouco maior fazer curso, depois uma faculdade, e depois fazer curso de novo, curso de novo para eu ser policial da Rocam?, diz a menina.
    • 19/05/2019 00:16
      Equipes trabalham para reabrir túnel que liga as zonas Sul e Oeste do Rio
      O Rio de Janeiro permanece em estágio de crise. A principal ligação entre a Zona Sul e a Zona Oeste da cidade está fechada por causa do desabamento de parte do Túnel Acústico. Equipes trabalham para reabrir túnel que liga as zonas Sul e Oeste do Rio O Rio de Janeiro está em estágio de crise há 32 horas. É o mais alto grau na escala de monitoramento de risco. A principal ligação entre a Zona Sul e a Zona Oeste da cidade está fechada por causa do desabamento de parte do Túnel Acústico. Equipes trabalharam noite e dia para retirar escombros e liberar o trânsito. Uma viga que rachou e ameaçava cair teve que ser escorada por uma máquina. Toneladas de lixo e terra deslizaram sobre a estrutura, criada pra abafar o barulho do trânsito, que não suportou o peso. ?Um evento bastante improvável que não teria acontecido talvez , caso não tivesse sido desmatada aquela região ali?, explicou o professor de engenharia civil da PUC-Rio Daniel Cardoso. Vendo as imagens da encosta que desabou, o engenheiro civil especialista em estruturas notou sinais de desmatamento, erosão e acúmulo de lixo. A poucos metros do local do acidente, um heliponto, piscina e quadra de tênis, numa área gramada. Um muro separa o terreno da encosta que desabou. ?O fato de você ter desmatado pode ter enfraquecido ali o solo naquela região e favorecer este tipo de ruptura, de deslizamento?, afirma o engenheiro. O acidente, que não teve vítimas, interrompeu a principal ligação entre a Zona Sul do Rio, o bairro de São Conrado e parte da Zona Oeste da cidade. Um túnel entre prédios, casas e áreas verdes por onde passam 80 mil veículos por dia. A prefeitura do Rio informou que depois de concluir o escoramento e limpeza do túnel vai fazer um mapeamento de todo o morro e de todas as construções na área. Técnicos vão analisar as condições do solo para descobrir a causa do deslizamento. A previsão é de que o túnel seja completamente liberado neste domingo (19).
    • 19/05/2019 00:16
      Mulher é encontrada morta com marcas de tiros em Ronda Alta
    • 19/05/2019 00:12
      Barão de Cocais (MG) tem simulado de fuga por risco de rompimento de barragem
      Moradores estão em alerta desde o começo da semana, porque há risco de barragem da Vale se romper. Barão de Cocais (MG) tem simulado de fuga por risco de rompimento de barragem Moradores da região de Barão de Cocais, em Minas Gerais, fizeram um novo treinamento simulado de fuga neste sábado (18). Eles estão em alerta desde o começo da semana, porque há risco de uma barragem da Vale se romper. Os carros circularam por todas as ruas da cidade anunciando o início do simulado. ?É importante essa simulação que você tem noção do que poderá fazer e preparar seu espírito também?, diz a aposentada Vanda da Silva Guimarães. Mas muita gente preferiu acompanhar tudo da porta de casa. ?Eu já fui da outra vez e cheguei do serviço agora?, conta Fabiana Almeida. Os moradores estão seguindo as rotas de fuga sinalizadas por placas espalhadas por toda a cidade. É preciso ficar atento também à pintura nas calçadas. Essa pintura indica que a lama vai passar por aquele trecho. Cerca de 500 pessoas já foram retiradas de casa em fevereiro. São os moradores da chamada área de autossalvamento - aquela onde a lama chega primeiro em caso de rompimento. Em março, a barragem sul superior passou para o nível máximo de risco, e a população de Barão de Cocais participou de um outro treinamento. Agora, documentos da Vale apontam que o Talude da mina do Gongo Soco pode se romper entre domingo (19) e o próximo sábado (25), e a queda pode abalar a estrutura da barragem. Houve protesto durante o simulado. ?Nós não aceitamos mais um simulado em Barão para fingir que tá fazendo alguma coisa. Porque as pessoas estão desesperadas, estão adoecidas, não estão sendo de fato tratadas como devem ser tratadas pela Vale?, diz Sandra Vita, do Movimento pela Soberania Popular na Mineração. Os moradores seguiram para sete pontos de encontro definidos como seguros pela Defesa Civil. Mil seiscentos e vinte e cinco moradores participaram, o equivalente a 26% da população de Barão de Cocais. ?O número é baixo, sim, só que a mobilidade na cidade foi bem alta. Isso traz para gente uma satisfação de que nós atingimos o objetivo. Várias pessoas foram indagadas o porquê não estavam deslocando para o ponto de encontro, e as respostas eram únicas: de que as pessoas conheciam o deslocamento, conheciam sua rota de fuga e por isso não iriam participar?, declarou o coordenador-adjunto da Defesa Civil, o tenente-coronel Flávio Godinho. A Vale diz que vem monitorando a situação da barragem e que vai manter os moradores informados sobre as próximas ações e os acontecimentos que envolvem a segurança deles.
    • 19/05/2019 00:10
      Acidente envolvendo ônibus deixa mortos e dezenas de feridos em Vargem Grande do Sul
      Veículo era fretado e de Minas Gerais. Pelo menos cinco pessoas morreram e algumas ficaram presas nas ferragens. Policiais e bombeiros de várias cidades foram até o local ajudar no resgate. Um acidente envolvendo um ônibus deixou pelo menos cinco mortos e dezenas de feridos, na estrada entre Vargem Grande do Sul (SP) e São Roque da Fartura, distrito de Águas da Prata (SP), por volta das 17h30 deste sábado (18). (Correção: O G1 errou ao publicar que o ônibus estava com trabalhadores rurais. A informação preliminar passada pela Guarda Municipal de Vargem Grande do Sul não foi confirmada. A reportagem foi corrigida às 22h44.) De acordo com informações da Guarda Civil Municipal, o ônibus, que era de Minas Gerais, perdeu o freio em uma curva e caiu na ribanceira. Havia pelo menos 40 pessoas no veículo dos municípios de Três Corações, Varginha e Ipuiuna (MG). Viaturas do Samu, do Corpo de Bombeiros de São João da Boa Vista e Vargem Grande do Sul, além da GCM foram para o local ajudar no resgate dos feridos. Entre as vítimas há pelo menos seis em estado grave. Treze foram levadas para Vargem Grande do Sul e outras para hospitais de São João da Boa Vista e Divinolândia. Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara.
    • 19/05/2019 00:06
      VÍDEOS: Jornal da Tribuna 2ª Edição de sábado, 18 de maio
    • 19/05/2019 00:05
      Preço da cesta básica em Porto Velho aumenta mais de 3% em abril, diz pesquisa Unir
    • 19/05/2019 00:05
      Vídeos: Jornal Tapajós 2ª edição de sábado, 18 de maio
    • 19/05/2019 00:05
      Temporal na Grande Vitória alaga hospitais e interdita estradas e pontes
      Pacientes tiveram de ser retirados de pronto-socorro e maternidade. Em menos de 24 horas choveu mais que o dobro do que costuma chover no mês de maio na Grande Vitória. Temporal na Grande Vitória alaga hospitais e interdita estradas e pontes Um temporal deixou a Região Metropolitana de Vitória debaixo d?água neste sábado (18). Estradas e pontes ficaram interditadas, e pacientes tiveram que ser retirados às pressas de uma maternidade que alagou. Bairros inteiros debaixo d´água na cidade de Vila Velha. Os funcionários de uma maternidade saíram com medicamentos e vacinas, porque lá dentro até o centro cirúrgico ficou alagado. Homens do Exército ajudaram a transportar os pacientes. "A gente já tirou os pacientes que estavam de alta. O Exército nos ajudou e está retornando para retirar outros pacientes", diz o diretor da maternidade, Clio Venturim O pronto atendimento que funciona no mesmo prédio também ficou debaixo d?água. As casas e o comércio não escaparam. "O prejuízo é incalculável. Da mesma forma que nós estamos, há muitas pessoas que perderam suas casas, clientes passando na rua chorando porque não têm mais nada dentro de casa?, conta o comerciante Reginaldo Alves. Jéssica saiu com o filho para se abrigar na casa da irmã: "Porque aqui alagou tudo. Não tem como ficar." A chuva forte começou de madrugada. A maior ponte do Espírito Santo foi fechada. Os carros também não conseguiram passar em dois pontos da BR-262, por causa do alagamento e da queda de barreiras. Se até caminhões quebraram porque não conseguiram atravessar ruas alagadas, imagina para quem tentou caminhar na manhã deste sábado na Grande Vitória, com a calçada, o canteiro central tudo debaixo d´água. Ruas viraram armadilhas. Um homem ficou completamente submerso ao cair num buraco. Muita gente encarou o alagamento caminhando porque faltou ônibus. Dois terminais rodoviários alagaram. Até o carro da Defesa Civil parou na enchente. "Infelizmente o carro ficou no alagamento. Por isso, a gente alerta e reforça a necessidade de a população não sair?, diz o coordenador da Defesa Civil, Jonatas Jantorno. No bairro Santa Tereza, em Vitória, a câmera de um prédio registrou o momento em que a força da água arrasta um carro da garagem. Ele atravessou a rua, quebrou um muro e foi parar embaixo de um barranco. Em menos de 24 horas choveu mais que o dobro do que costuma chover no mês de maio na Grande Vitória. O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, disse que não tinha como evitar os alagamentos: "Foram 250 milímetros de chuva em 24 horas. Em qualquer lugar, seja no Brasil, seja na Dinamarca, nós teremos problema." Durante a tarde, a chuva deu uma trégua, mas ainda há muitos pontos de alagamento em toda a Região Metropolitana de Vitória. Todos os pacientes da maternidade e do pronto-socorro, que foram transferidos, passam bem.
    • 19/05/2019 00:03
      Adolescentes são apreendidos e 4 são presos suspeitos de integrar associação criminosa em Oriximiná
    • 19/05/2019 00:01
      Tragédia da Muzema: suspeito de ser corretor da milícia se entrega à polícia
      A polícia estava há dez dias negociando com o advogado de Rafael Gomes da Costa, de 26 anos. Ele negou ter ligação com a milícia da Muzema. Tragédia da Muzema: suspeito de ser corretor da milícia se entrega à polícia Se entregou à Polícia Civil do Rio neste sábado (18) Rafael Gomes da Costa, apontado como um dos homens que venderam apartamentos nos dois prédios que desabaram na Muzema, Zona Oeste do Rio. Vinte e quatro pessoas morreram na tragédia. A polícia estava há dez dias negociando com o advogado de Rafael Gomes da Costa, de 26 anos. Ele negou ter ligação com a milícia que atua na comunidade da Muzema e disse que comprou dois apartamentos para família num dos prédios que caíram e que, depois, revendeu os imóveis. Rafael: Eu comprei para morar, o apartamento, não comprei para vender. Repórter: Quantos apartamentos você vendeu? Rafael: Eu tinha dois. Repórter: Então você não tem ligação com a milícia? Rafael: Não, nenhuma. Os dois prédios desabaram no início da manhã do dia 12 de abril. Vinte e quatro moradores morreram. A área é dominada por milicianos que lucram com a venda de imóveis construídos de forma irregular, sem licença e fiscalização. Outros dois homens continuam foragidos: José Bezerra de Lira, o Zé do Rolo, apontado pelos moradores como o responsável pela construção dos prédios, e Renato Siqueira Ribeiro, que também seria vendedor de imóveis na Muzema. O suspeito preso neste sábado (18) disse para a polícia que comprou os apartamentos com o Zé do Rolo. "Não creio que isso fique só nesses três. Então nós vamos sim apurar a participação de milicianos naquelas construções, de outras pessoas que possam ter vendido e precisamos até de mais depoimentos. Já ouvimos cerca de 40 pessoas até fora do estado", afirma a delegada Adriana Belém. Rafael Gomes da Costa vai responder por homicídio doloso qualificado. Os investigadores dizem que, ao vender os apartamentos dos prédios que desabaram, ele assumiu o risco de matar alguém. Vai responder pelas 24 mortes e também é investigado por organização criminosa e lavagem de dinheiro. ?Aquela é uma área dominada pela milícia. Quem construiu aquilo, certamente pediu autorização. Quem vende aquelas unidades, certamente possui autorização dessa milícia?, diz a delegada Adriana Belém.
    • 18/05/2019 23:57
      Marina Lima e Letrux cantam pela diversidade na Virada: 'Viva a tradicional família LGBTQI'
    • 18/05/2019 23:57
      É #FAKE que Bonner foi autuado por dirigir com a CNH vencida
    • 18/05/2019 23:55
      Corpo com em decomposição é encontrado em matagal na zona rural de Juarina
      Corpo estava em matagal em Juarina, no norte do Tocantins. Polícia Civil investiga o caso. O corpo de um homem foi encontrado neste sábado (19) em Juarina, município do norte do Tocantins. De acordo com a Polícia Civil, o corpo, em estado de decomposição, estava em um matagal nas margens de uma estrada vicinal da cidade. De acordo com as informações preliminares da polícia, a vítima tem marcas de agressão. O caso deve ser investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A perícia foi feita e o corpo do homem será levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Araguaína, que vai identificar as causas da morte. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
    • 18/05/2019 23:54
      Polícia investiga se houve troca de corpos de bebês em hospital de Ponta Grossa
      'Eu não me despedi. Não me deram essa chance, porque enquanto enterraram a minha filha, eu chorei no corpo de outro', disse a mãe Fabiana Ferreira de Lima. Polícia investiga se houve troca de corpos de bebês em hospital de Ponta Grossa A Polícia Civil está investigando se houve troca de corpos de bebês em hospital um de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. O caso aconteceu nesta semana. As gêmeas Maria Alice e Maria Vitória nasceram no dia 10 de maio. O parto foi prematuro, e as recém-nascidas ficaram na incubadora. Fabiana Ferreira Lima de 39 anos sabia que a gravidez das gêmeas era de risco. No sexto mês, entrou em trabalho de parto e foi internada na Santa Casa. Everton Lima de Cristo, irmão mais velho das gêmeas, contou que cinco dias depois do nascimento o hospital comunicou a morte de Maria Vitória. "A gente enterrou, tudo certinho. Eu estava lá no dia que ela faleceu", disse Everton. Confusão Na quinta-feira (16), surgiu a informação de que a outra gêmea, Maria Alice, também tinha morrido. Neste momento, começou a confusão. Segundo a mãe, o hospital falou que o corpo ficaria no necrotério até o dia seguinte para que ela conseguisse providenciar com calma a certidão de óbito e outros documentos. Na manhã sexta-feira (17), Fabiana e a cunhada foram ao hospital e junto com uma assistente social da Santa Casa entraram no necrotério para preparar Maria Alice para o sepultamento. Então, Fabiana percebeu que o corpo estava maior do que o da filha. "A minha era bem pequenininha", contou. Mesmo assim, Fabiana achou que era o corpo da filha, que poderia estar inchado. Além disso, de acordo com Fabiana, não tinha outro bebê no necrotério. Na despedida, Fabiana ficou com uma pulseira da criança. No caminho até o cemitério, percebeu um erro. "Aquela pulseira não era da minha filha, a que estava lá era azul", explicou. As pulseiras que as gêmeas usaram eram cor-de-rosa. A família avisou o hospital e, conforme Fabiana, a explicação foi que a bebê já tinha sido liberada um dia antes e já estava sepultada ao lado da irmã gêmea. Investigação A família acionou a Polícia Militar (PM) e registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.). A Polícia Civil abriu um inquérito e não descarta a possibilidade de fazer a exumação do corpo para saber se é mesmo de Maria Alice. No cemitério, o local está isolado. "A dúvida é da Maria Alice, se ela realmente está enterrada ali, se é realmente ela ali. E por que eles enterraram sem a minha mãe estar ali para poder se despedir. Eu poder me despedir da minha irmã. Isso é muito triste para a gente", afirmou Everton. "Eu não me despedi. Não me deram essa chance, porque enquanto enterraram a minha filha, eu chorei no corpo de outro", lamentou Fabiana. O que diz a Santa Casa A RPC Ponta Grossa entrou em contato com a Santa Casa. Em nota, o hospital disse que os fatos não ocorreram, que a instituição possui toda a documentação que está de acordo com a legislação e que os documentos comprovam que não houve falha nos procedimentos adotados. A funerária informou que vai se pronunciar somente na segunda-feira (20). Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.
    • 18/05/2019 23:51
      Atualmente sinalizada e em boas condições, Serra da Santa em SC já foi lugar de tragédias
    • 18/05/2019 23:49
      Casal que aplicava golpe de falso pagamento em compras na internet é preso no AP