Crachá de pvc é na CardPress!

Home / Crachá de pvc

 

Banner Crachá de Identificação - CardPress

O crachá de identificação gera mais valor para sua empresa, aumenta a segurança do ambiente e promove interação entre seus colaboradores e clientes, além da possibilidade de marcação de ponto eletrônico através das tecnologias disponíveis como código de barras, tarja magnética, aproximação (mifare, RFID...)


Quer uma estimativa de quanto custará seu projeto de cartões PVC?

 

Veja as ofertas que temos de Crachá de pvc:

 

Você pode nos enviar pedidos conforme a sua necessidade, não é obrigatório enviar a quantidade total para produção.

Como comprar crachás em PVC

Como comprar crachás


Preencha os campos abaixo, e ligamos pra você:

 

Produtos relacionados

Crachá de pvc. Serviços e produtos com qualidade garantida.



Estados atendidos pela CardPress



Notícias da última hora:

    • 17/11/2019 20:49
      Unicamp 2020: o que caiu na 1ª fase? Estudantes comentam temas na saída do vestibular
    • 17/11/2019 20:48
      Por que os venezuelanos não estão protestando tanto quanto cidadãos de outros países da América Latina
    • 17/11/2019 20:48
      Jovem esfaqueia padrasto nas costas após briga por uso de drogas dentro de casa em Campo Grande
      Crime ocorreu na manhã deste domingo, no bairro Aero Rancho; suspeito fugiu após o crime e vítima foi levada pelo SAMU para o posto de saúde do bairro. Um jovem de 21 anos é suspeito, segundo a Polícia Civil, de atingir o padrasto com duas facadas nas costas. O crime ocorreu por volta das 10h30 deste domingo, na casa da família, no bairro Aero Rancho, após uma discussão pelo uso de drogas. Segundo o registro da Polícia Civil, o suspeito mora na casa com a mãe e o padrasto. Nesta manhã ele estaria usando drogas em seu quarto e teria saído do cômodo totalmente alterado pelo entorpecente. Ainda conforme a polícia, o rapaz teria começado a discutir com a mãe, porque ela teria insistido que ele parasse de usar drogas, principalmente em casa. O padrasto interviu e disse que por conta do comportamento do enteado ele teria de procurar um outro local para morar. O suspeito teria então pegado uma faca de cozinha e começou a perseguir a vítima, que tentou fugir, mas acabou sendo atingida por duas vezes nas costas. Logo após o crime, o suspeito fugiu do local. A vítima foi socorrida por vizinhos, que acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que, por sua vez, o encaminhou para o posto de saúde do bairro. O caso foi registrado como tentativa de homicídio na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga.
    • 17/11/2019 20:47
      Corpo é achado decapitado às margens de rio na fronteira entre Brasil e Guiana
      Cadáver do sexo masculino estava do lado guianense; Polícia Civil de Bonfim, cidade de Roraima na fronteira, deve investigar suspeita de que brasileiros estão envolvidos no crime. O corpo de um homem ainda não identificado foi encontrado sem cabeça às margens do rio Tacutu, em uma área de fronteira entre Brasil e Guiana, neste domingo (17). Segundo informações da Polícia Civil de Bonfim, município de Roraima vizinho a cidade de Lethem, na Guiana, o cadáver estava em território guianense e autoridades do país estão tomando as providências. Ainda assim, há a suspeita de que brasileiros estejam envolvidos no crime. Por isso, o caso também deve ser investigado pela Polícia Civil de Bonfim.
    • 17/11/2019 20:42
      Polícia prende homem que fugiu durante perseguição na SP-125 em Taubaté
    • 17/11/2019 20:41
      Possível cobrança na geração de energia solar deixa investidores preocupados no TO
    • 17/11/2019 20:41
      Homem suspeito de agredir mulher com facão no ano passado é morto a tiros em MT
    • 17/11/2019 20:39
      A mulher que está construindo mansão com ajuda de 2 milhões de seguidores no Instagram
    • 17/11/2019 20:37
      Orquestra Filarmônica realiza concerto gratuito na Câmara Municipal de Valinhos
    • 17/11/2019 20:31
      O que você sabe sobre o Rei Pelé? Faça o teste!
      Edson Arantes do Nascimento é uma personalidade mundial do esporte. O que você sabe sobre o ex-futebolista brasileiro que é considerado o maior jogador da história do futebol? Faça o teste! Você sabe tudo sobre a carreira do Pelé?
    • 17/11/2019 20:30
      Mais de 50 quilos de cloridrato de cocaína são apreendidos durante fiscalização na BR-421 em RO
    • 17/11/2019 20:30
      O Continente dos caminhos que se bifurcam
      O artigo do cientista político Sérgio Abranches para o blog neste domingo. O levante das ruas no Chile foi uma surpresa. Ninguém previu a explosão de descontentamento e indignação que estimulou milhares de pessoas, estudantes, classe média e trabalhadores, a ocupar as ruas por semanas. O protesto persistiu, mesmo duramente reprimido, com cerca de vinte mortos. O presidente Sebastián Piñera, de direita, primeiro disse que estavam em guerra. A óbvia impossibilidade de um país estar em guerra com seu povo, o fez cair na real e se desculpar. É um erro recorrente de governantes tomar o governo pelo país, quando não chegam ao absurdo de se considerarem a encarnação do país, ou da pátria. É a mentalidade autoritária no seu ponto máximo de megalomania, bordejando a psicopatia. Piñera não chegou a tanto e recuou rapidamente do erro elementar. Pressionado pela permanência do povo nas ruas, mesmo sob brutal repressão, mudou o gabinete, anunciou nova política de orientação redistributivista, pediu à ex-presidente Michelle Bachelet, hoje Alta Comissionária para Direitos Humanos da ONU, para investigar as violações das forças de segurança. Mas as ruas queriam mais. A renúncia, ou uma nova Constituição. Na Bolívia, as ruas também se levantaram sem aviso prévio contra a tentativa de Evo Morales de ficar presidente por um quarto mandato. Foi decisão ao arrepio da Constituição que ele mesmo patrocinou e em desatenção ao plebiscito de 2016. Ocuparam as ruas contra o continuísmo estudantes, com grande participação de secundaristas, pessoas da classe média e parte dos trabalhadores que apoiaram Evo Morales até então. Ele caiu, quando os policiais se amotinaram e se juntou aos protestos a Central Obrera de Bolívia, COB, retirando o apoio decisivo dos trabalhadores. Se tivesse ouvido as urnas de 2016, quando perdeu o plebiscito por 51,3%, não teria tentado um novo mandato. Evo foi eleito, pela primeira vez, em 2005, com quase 54% dos votos. Em 2009, foi reeleito com 64% dos votos. Em 2014, foi novamente reeleito com 61%. Evo deveria ter entendido os 48,7% do ?sim? que defendia no plebiscito, como sinal evidente de perda da maioria e de popularidade em declínio. Mesmo sob acusações de fraude, os 47% que teria obtido em 2019 confirmariam a trajetória decadente do apoio ao presidente. O grito das ruas encorajou a direita liderada por Luis Fernando Camacho, os militares e políticos da oposição, entre eles o principal oponente de Evo Morales na discutível eleição presidencial, Carlos Mesa, a se unirem no golpe que o derrubou. Piñera, no Chile, não renunciou, mas aceitou a convocação de um plebiscito para encaminhar a produção de uma nova constituição. No plebiscito, os chilenos deverão escolher se querem uma constituição redigida por uma assembléia híbrida, com representantes do Congresso atual e metade eleita especificamente para a tarefa, ou se preferem uma constituinte exclusiva. Tudo indica que a última alternativa tende a ganhar. Seria a escolha certa, de acordo com a experiência das constituintes que se seguiram à democratização na América Latina e, posteriormente, na Europa Central, nos anos 1980-1990. O espantoso é que o Chile, após décadas de governos de centro-esquerda, não tenha conseguido se livrar até hoje do entulho constitucional deixado pelo período Pinochet. Michelle Bachelet, no seu último mandato, quando também enfrentou um levante das ruas, tentou, sem sucesso, mudar a constituição. Enquanto o Chile caminha para um momento constituinte, que retificará e renovará seu contrato social, a Bolívia segue em profunda crise institucional. O país beira a guerra civil, com a sublevação da região cocaleira, origem e base primária de Evo Morales, que não aceita outra solução se não seu retorno à presidência. Como isto não acontecerá, ou as principais forças sociais conseguem a pacificação e criam as condições para novas eleições justas, competitivas e corretas, ou o golpe se aprofundará, levando a um regime autoritário. A Bolívia vive um momento político crítico, de ruptura institucional. O restabelecimento da normalidade só será obtido com novas eleições presidenciais, nas quais o MAS, partido de Evo Morales, possa participar. A crise se agrava porque Evo Morales mantém uma atitude ambivalente. Ora o ex-presidente se dispõe a trabalhar pela pacificação, ora incita a rebelião de suas bases. Sem o apoio dos militares que, está claro, já perdeu, este, chamado à revolta contrata um banho de sangue. A disposição repressiva dos que apoiaram o golpe está clara e já provocou pelo menos oito mortes. A presidente interina, Jeanine Áñez também tem posição ambivalente. Ora fala em negociação com o MAS, ora ameaça com punições a Morales e cassação dos mandatos do partido, provocando a exacerbação dos ânimos do outro lado. O MAS, cuja posição ultra majoritária, tem 2/3 da Câmara e do Senado, o torna um parceiro imprescindível na eleição, tem um lado aparentemente mais numeroso de parlamentares disposto a negociar. No Senado, as conversações já avançaram. Na Câmara, a liderança da maioria, até há pouco governista, é mais reticente. O grande dilema do MAS é o mesmo que aflige muitos partidos comandados por uma liderança pessoal muito maior que os demais. Falta-lhe um candidato competitivo nas presidenciais. O único da aliança que desferiu o golpe a defender uma posição de pacificação e neutralidade do governo interino é Carlos Mesa. Mesa tem interesse na pacificação e na neutralidade do governo interino de Janine Áñez. Primeiro, ele é candidato. Se disputar eleições limpas e competitivas e ganhar do candidato do MAS, que não será Evo Morales, sairá legitimado das urnas. Segundo, ele sabe que Jeanine Áñez não tem poder para radicalizar ou pacificar por conta própria. Ela refletirá a posição dos militares e de forças políticas do golpe. Atitudes de radicalização, como o rompimento de relações com a Venezuela, a hostilidade ao MAS e a ostentação da Bíblia parecem ter clara influência de Luís Fernando Camacho. A admissão da necessidade de negociar e pacificar, respondem mais ao que pensam os militares. Não está claro que prevalecerá. O Chile entrou pelo caminho virtuoso da negociação. O plebiscito e a escolha da Constituinte devolvem ao povo a palavra final na definição do caminho da conciliação democrática. A Bolívia hesita entre o caminho democrático, que devolveria ao povo a escolha do novo governo e sua plataforma, e a tentação autoritária. A América do Sul parece destinada a se encontrar recorrentemente em momentos políticos nos quais os caminhos se bifurcam. * Sérgio Abranches é cientista político, escritor e comentarista da CBN. É colaborador do blog com análises do cenário político internacional.
    • 17/11/2019 20:28
      Uberaba recebe exposição em alusão à consciência negra
      Mostra com temática racial fica aberta até a próxima sexta-feira (22), das 12h às 18h, na sede da Fundação Cultural. Exposição 'Lágrima - Consciência Negra' é aberta em Uberaba Uberaba recebe até a próxima sexta-feira (22) a exposição "Lágrima - Consciência Negra", na Galeria de Arte Rachel Machado, na Fundação Cultural de Uberaba (FCU). Em alusão ao mês da consciência negra, as obras do artista plástico português Luiz Matos abordam temáticas raciais. O artista revelou que parte da inspiração para a exposição advém do tempo em que trabalhou com a arte em Angola e Ruanda. "As ilustrações e pinturas mostram uma forma de crítica indireta. O preconceito é ignorância, ódio, falta de informação. Nós, artistas, somos uma classe muito crítica.? A mostra está disponível para visitação das 12h às 18h. A sede da FCU fica na Praça Rui Barbosa, nº 356, Centro.
    • 17/11/2019 20:27
      Prefeitura de Piracicaba vai propor mudanças no regime de aposentadoria de servidores à Câmara
    • 17/11/2019 20:24
      Homem preso suspeito de tráfico recebia drogas pelo correio, diz polícia
      Na casa dele, em Avaré (SP), foram apreendidas 70 porções de cocaína e R$ 160 em dinheiro. Um homem foi preso suspeito de tráfico de drogas neste sábado (17) no bairro Três Marias, em Avaré (SP). Segundo a Polícia Militar, ele afirmou que comprava os entorpecentes em São Paulo e recebia por correio. Ainda de acordo com a corporação, o suspeito foi encontrado em uma casa na rua Bela Vista após uma denúncia anônima. No local, foram apreendidas 70 porções de maconha e R$ 160 em dinheiro. O rapaz foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia, onde permanece à disposição da Justiça. Veja mais notícias da região no G1 Itapetininga
    • 17/11/2019 20:23
      'Trinado do trovão' de Dominguinhos ressoa pela primeira vez em CD
    • 17/11/2019 20:21
      Criança leva pontos na cabeça após se ferir em parafuso de brinquedo em parque no RJ
    • 17/11/2019 20:20
      Projeto da Celpa vai trocar mais de 3 mil geladeiras de famílias paraenses
    • 17/11/2019 20:19
      Operação 'Lajeiro' busca suspeitos de homicídios e tráfico de drogas
      Foram cumpridos durante a ação 22 mandados de prisão e 12 mandados de busca e apreensão domiciliar, afirma Polícia Civil. A Polícia Civil deflagrou neste domingo (17) a operação "Lajeiro" em Lajedo, no Agreste de Pernambuco. A investigação teve início em maio deste ano com objetivo de desarticular organizações criminosas, voltadas para a prática dos crimes de homicídio, tráfico de drogas e associação para o tráfico. Durante a ação foram cumpridos 22 mandados de prisão e 12 mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo Juiz da Vara Criminal da Comarca de Lajedo. Na execução, foram empregados 60 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. A Operação também contou com a participação de policiais militares de Garanhuns. Esta foi a 93ª operação de repressão qualificada no Estado em 2019. Os detalhes da "Lajeiro" serão repassados na segunda-feira (18), às 10h30, no auditório da Sede Operacional da PCPE.
    • 17/11/2019 20:15
      Acidente entre três veículos deixa feridos na AMG-345 entre Divinópolis e Carmo do Cajuru
      Motociclista foi socorrido em estado grave para o Hospital São João de Deus. Passageiro do carro também se feriu. Duas pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo três veículos na AMG-345, entre Divinópolis e Carmo do Cajuru, na tarde deste domingo (17). A colisão ocorreu durante o feriado prolongado de Proclamação da República, enquanto é feita a operação nas rodovias da região. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), uma caminhonete saiu da estrada de terra e entrou na LMG-345 sentido Carmo do Cajuru na frente de um Pálio. O veículo menor não conseguiu parar e bateu na traseira da caminhonete. Ainda conforme a polícia, o motorista do carro perdeu o controle da direção, invadiu a pista contrária e bateu em uma motocicleta que seguia sentido Divinópolis. O piloto, de 26 anos, teve ferimentos graves e foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até a Sala Vermelha do Hospital São João de Deus. Já o Corpo de Bombeiros informou que encaminhou um dos passageiros do carro até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Divinópolis. O estado de saúde não foi informado. A polícia disse que o trânsito no local ficou lento por volta das 14h, mas já foi restabelecido.
    • 17/11/2019 20:14
      Bombeiros de SC registram mortes por afogamento durante o feriado prolongado
    • 17/11/2019 20:14
      Inscrições para feira de adoção de cães e gatos começam nesta segunda-feira em Sorocaba
    • 17/11/2019 20:13
      Um homem fica ferido em acidente entre três carros, em Foz do Iguaçu
    • 17/11/2019 20:11
      Curso leva capacitação em redes sociais a moradores da Restinga, em Porto Alegre
    • 17/11/2019 20:11
      Criança de 10 anos morre afogada no Rio Poxim
      Testemunhas disseram que menino brincava com outras em uma ponte quando caiu na água. Foi encontrado, na manhã deste domingo (17), no Rio Poxim, no Bairro São Conrado, em Aracaju, o corpo de um menino de 10 anos de idade, que estava desaparecido desde a tarde do sábado (16). Testemunhas disseram que a criança brincava em uma ponte da região, quando caiu no rio e se afogou. O Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe informou que realizou buscas durante a última noite, mas não conseguiu localizar a vítima. Na manhã deste domingo, após a maré baixar, populares encontraram o menino já sem vida. O Instituto Médico Legal (IML) recolheu o corpo, que passou por autópsia e foi liberado para sepultamento.
    • 17/11/2019 20:09
      Mumuzinho e grupo Clareou se apresentam no Recife
    • 17/11/2019 20:09
      Mulher é suspeita de matar marido com facada dentro de casa durante briga, em Jataí
    • 17/11/2019 20:08
      Mais 68 mil pessoas devem ser vacinadas contra sarampo em MT
    • 17/11/2019 20:06
      Unicamp 2020: primeira fase do vestibular
    • 17/11/2019 20:02
      Inscrições de concurso para profissionais da área da educação estão abertas em Tietê
    • 17/11/2019 20:00
      Carregamento com 12 mil litros de querosene é apreendido em porto privado, em Manaus
    • 17/11/2019 19:59
      Carreta carregada com cerveja tomba na BR-316 em Monsenhor Gil
    • 17/11/2019 19:55
      Comunidade Quilombola comemora dia da Consciência Negra em Buíque
    • 17/11/2019 19:51
      Marinha resgata embarcação com oito passageiros à deriva no litoral de SP
    • 17/11/2019 19:51
      Casa abrigo é inaugurada em Rio Preto para atender moradores de rua
    • 17/11/2019 19:49
      Motorista de ambulância perde controle em aquaplanagem e bate contra caminhão na BR-491
    • 17/11/2019 19:47
      Homem esfaqueia amiga após ela dizer que ele 'não daria conta da mulher dele', em MT
    • 17/11/2019 19:46
      'Concerto Amazônico' reúne artistas locais e Amazonas Band nesta terça-feira (19)
    • 17/11/2019 19:43
      Polícia chilena impediu equipes de resgate de ajudar manifestante morrendo, diz grupo de direitos humanos
    • 17/11/2019 19:39
      Curto-circuito provoca incêndio em casa na zona Oeste de Boa Vista